Competências e Estratégias

O executivo senta-se à mesa rodeada por acionistas, conselheiros e diretores. A reunião avança e o grupo chega ao consenso de uma missão desafiadora: dobrar de tamanho em menos de uma década, sem abrir mão da qualidade nem da motivação da equipe. Por onde começar? Toda mudança passa, necessariamente, por pessoas. Os profissionais precisam estar vinculados com a estratégica da organização. Para isso, o conhecimento dos diferenciais do negócio é fundamental. A conexão entre as pessoas e os diferenciais é feito por meio da gestão de competências.

 

É a competência que traz o diferencial competitivo, que gera valor, que faz a marca brilhar no mercado, a torna difícil de imitar. Quando os gestores entendem o papel das competências, toda a visão de negócio muda. Em vez de a empresa buscar profissionais com um perfil comum, vai selecionar talentos com as características necessárias para manter e aperfeiçoar seus diferenciais. E serão essas mesmas competências que vão orientar o desenvolvimento contínuo dos recursos humanos.

 

Mas como manter os diferenciais que a organização já possui e desenvolver novos? É hora de avançar ao próximo e importante estágio de crescimento em longo prazo: o planejamento estratégico. De acordo com Ram Charan, “70% das estratégias falham por causa da pobreza na execução. Isso raramente ocorre por falta de visão ou inteligência”.  A estratégia precisa ser executável e considerar fatores como gestão, disciplina e competências.

 

Nesta etapa também fica um alerta: o perigo de focos vagos e múltiplos. Conforme reportagem veiculada pela Revista Exame, as empresas que têm um foco estratégico claramente definido têm um retorno de 14,7% sobre o capital empregado enquanto as que não têm apresentam um retorno médio de 10,7%. Quem já estruturou a gestão estratégica de pessoas e realizou um planejamento sólido, pode se habilitar para alcançar os tão desejados resultados. Mas isso só acontece se a empresa tiver profissionais preparados para olhar adiante. O que nos leva à próxima pergunta: como as lideranças do seu negócio estão neste quesito? Elas têm atuado como mantenedores do presente ou como projetores do futuro?

 

Temos vivenciado a experiência de unir competências, estratégias e resultados na Multilog nos últimos anos, estamos reinventando nossa forma de atuação com os aprendizados obtidos e entendemos que chegou a hora de compartilhar as descobertas de nosso negócio com a comunidade de Joinville. É o que faremos no final da tarde do primeiro dia da Expogestão 2015, em um workshop no formato de talk show, um diálogo estruturado e aberto onde serão debatidas as práticas e os resultados alcançados.


Fonte: Multilog no Jornal Notícias do Dia de 25 05 15






Entregas LCL – Santa Catarina - Comunicado 03 - 2018

Comunicado 03/2018Itajaí/SC, 08 de Janeiro de 2018   Entregas LCL – Santa…

Publicação de FATO RELEVANTE

Clique na imagem para ampliar

Multilog compra unidades da Elog Sudeste e conquista a posição de um dos maiores players de logística do Brasil.

Agora, a Multilog é Brasil. Com a expansão para o sudeste, subirão de 14 para 19 as unidades de negócio, que totalizam 1,5…