Eis as Melhores Empresas para Trabalhar em Santa Catarina

Publicado em: Revista Amanhã

Conheça as 30 companhias que oferecem os locais de trabalho mais atrativos do Estado. Premiação será em janeiro

Por Letícia Kiraly

Você sabe qual companhia mais promoveu funcionários no ano passado? E qual  tem mais mulheres no quadro de colaboradores? A Revista AMANHÃ e o Instituto Great Place to Work (GPTW) revelam essas e outras singularidades no prêmio Melhores Empresas para Trabalhar – Santa Catarina. Neste ano, a iniciativa chega a sua 4ª edição em solo catarinense, com a participação de 64 empresas, em um total de mais de 51 mil pessoas consultadas.

O ranking é dividido em três categorias: “Grandes Empresas” congrega as companhias com mais de mil funcionários; em “Médias Empresas” estão aquelas que têm entre 100 e 999 empregados; e nas “Pequenas Empresas” despontam os negócios com 50 a 99 pessoas no quadro. Para participar da lista, a organização deve ter 50 ou mais funcionários e estar sediada em SC ou concorrer com um CNPJ registrado no Estado. Entre as grandes, a campeã é a Viacredi. Já entre as médias, a primeira colocada é a Resultados Digitais. Por fim, entre as pequenas empresas, a liderança é da Way2 Tecnologia (confira a lista completa abaixo). A  cerimônia de premiação será em janeiro do próximo ano.

O estudo identifica as 30 companhias que oferecem os ambientes de trabalho mais atrativos do Estado com base no nível de confiança dos funcionários em cinco dimensões: Credibilidade, Respeito, Imparcialidade, Orgulho e Camaradagem. Os critérios de avaliação são os mesmos que o GPTW aplica em outros 52 países e se orientam pelos questionários respondidos pelos próprios colaboradores de cada empresa. O resultado permite entender como funciona o dia-a-dia dentro das organizações e seu modelo de gerenciamento em recursos humanos.

Para o presidente do Grupo AMANHÃ, Jorge Polydoro, o levantamento permite observar o panorama do que há de mais moderno nas práticas de gestão de pessoas.  “Essa iniciativa vai de encontro ao conceito do atual cenário corporativo: o engajamento”, destaca.

PESQUISA

O processo é composto por dois questionários – um para os funcionários e outro para os gestores da empresa ou do departamento de recursos humanos. Os empregados também respondem a duas questões dissertativas sobre como a companhia trata as pessoas. Todas as perguntas abordam as nove dimensões culturais que o GPTW considera indispensáveis em um bom local de trabalho: Inspirar, Falar, Escutar, Agradecer, Desenvolver, Cuidar, Contratar e Receber, Celebrar e Compartilhar.  

Cada questionário tem peso diferente na avaliação final da empresa. A etapa que abrange as questões respondidas pelos gestores, por exemplo, é conhecida como Culture Audit e representa 33% da nota final. Já as respostas dos funcionários – etapa conhecida como Trust Index – correspondem a 56% da avaliação. Finalmente, as duas questões dissertativas completam os 11% da nota. A média ponderada desses índices é o que define quem ocupa cada posição na lista das Melhores para Trabalhar de Santa Catarina.  A participação é voluntária e depende da iniciativa da própria empresa, já que os questionários têm de ser respondidos por uma série de pessoas.

O método de aplicação varia conforme a companhia: pode ser feito por internet ou por escrito – se for preciso, é possível aplicar ambos os formatos. As organizações têm a garantia de AMANHÃ e do GPTW de que seus dados não serão divulgados, a não ser que figurem no ranking das 30 melhores. Todas as informações demográficas são referentes ao ano anterior à data da aplicação de pesquisa, neste caso, a 2014.

GPTW

Criado no início da década de 1980 nos Estados Unidos, o Instituto Great Place to Work atua em 53 países e, em 2015, realizou a pesquisa com 7 mil empresas em um total de 12 milhões de funcionários consultados. A primeira lista lançada em todo o mundo foi realizada no Brasil (hoje na revista Época), em 1998 nos EUA (na Fortune) e atualmente em mais de 50 países. O principal objetivo da instituição é divulgar os bons exemplos e  estimular outras empresas a melhorar seu ambiente de trabalho. O Great Place to Work, presente no Brasil há 19 anos, também oferece serviços de consultoria e treinamento.

Categoria Grandes Empresas (nacionais ou multinacionais com mais de mil funcionários)

Pos. Empresa  Cidade
1 Cooperativa de Crédito Vale do Itajaí - Viacredi Blumenau
2 Clamed Joinville
3 Intelbras SA São José
4 Rede Angeloni Florianópolis
5 Totvs Joinville
6 Dudalina Blumenau

Categoria Médias Empresas (empresas que têm entre 100 e 999 empregados)

Pos. Empresa  Cidade
1 Resultados Digitais Florianópolis
2 BN Papel Catarinense   Benedito Novo
3 AGPR5 Criciúma
4 Ibagy Imóveis Florianópolis
5 Costa Rica Malhas Nova Trento
6 Multilog Itajaí
7 Lojas MM Mercadomóveis Itajaí
8 Portonave S/A Navegantes
9 Renauxview Brusque
10 Costão do Santinho  Florianópolis
11 Orion São José
12 Coopercarga Concórdia
13 Resource IT Solutions Itajaí
14 Printbag Camboriú
15 NeoGrid Joinville

Categoria Pequenas Empresas (empresas que têm entre 50 e 99 empregados)

Pos. Empresa  Cidade
1 Way2 Tecnologia Florianópolis
2 Meu Móvel de Madeira Rio Negrinho
3 Cianet Indústria e Comércio  Florianópolis
4 Blueticket Florianópolis
5 Cisabrasile  Joinville
6 GreyLogix Brasil Mafra
7 Sulbras Joinville
8 Pollux Automation Joinville
9 RHBrasil Serviços Temporários  Joinville

DestaquesA Melhor do Setor de ServiçosWay2 TecnologiaA Melhor do Setor de IndústriaBN Papel Catarinense  A Empresa com Mais MulheresClamed A Empresa com Mais JovensAGPR5A Empresa com Maior EscolaridadeTotvsA Empresa que Mais PromoveuMeu Móvel de MadeiraA Melhor em Qualidade de VidaMeu Móvel de Madeira


Fonte: http://www.amanha.com.br/posts/view/1516/eis-as-melhores-empresas-para-trabalhar-em-santa-catarina






Entregas LCL – Santa Catarina - Comunicado 03 - 2018

Comunicado 03/2018Itajaí/SC, 08 de Janeiro de 2018   Entregas LCL – Santa…

Publicação de FATO RELEVANTE

Clique na imagem para ampliar

Multilog compra unidades da Elog Sudeste e conquista a posição de um dos maiores players de logística do Brasil.

Agora, a Multilog é Brasil. Com a expansão para o sudeste, subirão de 14 para 19 as unidades de negócio, que totalizam 1,5…