Multilog na Revista Mundo Logística

A edição de maio de 2015, da Revista Mundo Logística, Especial Operadores Logísticos - Visão prática, exemplos e inovação - traz uma fala do Diretor Executivo da Multilog, Djalma Vilela.

Página 42:

Por: Viviane Farias

OPERADOR LOGÍSTICO: foco em resultados e eficiência competitiva

Produtividade, inovação, trabalho conjunto, diferencial, expertise e tecnologia são algumas das vantagens para superar a instabilidade econômica e a crise no Brasil

 

Nesse momento de instabilidade econômica e política, pelo qual o Brasil está passando, é preciso ficar atento a detalhes importantes, que podem fazer toda a diferença em uma operação logística bem planejada e eficiente, para que todos os envolvidos no processo possam realizar suas atividades de forma dinâmica. Oportunidades de melhorias de produtividade e inovação sempre existem, mas é necessário empregá-las da melhor forma, visando bons resultados e extinguindo as ineficiências e as improdutividades, principalmente com o foco na redução de custos das atividades logísticas, mantendo-se próximo aos clientes e buscando o diferencial competitivo.

Inovar e reestruturar a forma de trabalhar são as palavras-chaves em períodos de crise, otimizando os recursos, criando sinergias internas e integrando os serviços, visto que a eficiência operacional é uma questão de sobrevivência, seja em qualquer setor que esteja atuando.

No momento de escolher o operador logístico, os clientes analisam a performance diante de momentos de crise. Por isso, a escolha de um parceiro requer muita atenção, tendo excelência e expertise para atender às necessidades do cliente, com apoio operacional e tecnologia de ponta. Nesse trabalho em conjunto, o operador auxiliará com a sua experiência, equipamentos, sistemas e serviços integrados.

Independente de já terceirizar ou não as operações logísticas, a empresa precisa ter em mente que o operador logístico é um parceiro de negócios, valorizando a relação, para que o trabalho tenha o objetivo de solucionar os problemas, com otimização de tempo e dinheiro, e vantagem logística.

Diante disso, nesse reportagem, a revista Mundo Logística buscou ouvir experientes operadores logísticos, que atuam no Brasil e no exterior, que demonstram a sua opinião a respeito de como melhorar os resultados das operações logísticas 2015 e como o operador pode auxiliar nesse processo. Um outro questionamento elucidado foi a respeito da terceirização, como essa parceria pode dar certo e ser feliz.

 "Os resultados das operações logísticas, em 2015, podem ser melhorador, trabalhando as ineficiências e as improdutividades. O operador tem oportunidades no redesenho da cadeia de suprimentos, no qual a Multilog possui uma área de projetos e melhoria contínua. Temos o Centro de Excelência e Inovação em Logística, que desenvolve projetos específicos, de acordo com as necessidades de cada cliente. Para quem terceiriza as suas operações, é preciso revisar o atendimento de níveis de serviços acordados e a competitividade tarifária. Já para quem não terceiriza, é fundamental avaliar as experiências/vivências em seu setor de atuação, a capacidade de investimentos para acompanhar o crescimento da organização e a reputação empresarial". Djalma Vilela, Diretor Executivo da Multilog.  

 

 


Fonte: Revista Mundo Logística - Edição Especial Operadores Logísticos - Maio 2015






Entregas LCL – Santa Catarina - Comunicado 03 - 2018

Comunicado 03/2018Itajaí/SC, 08 de Janeiro de 2018   Entregas LCL – Santa…

Publicação de FATO RELEVANTE

Clique na imagem para ampliar

Multilog compra unidades da Elog Sudeste e conquista a posição de um dos maiores players de logística do Brasil.

Agora, a Multilog é Brasil. Com a expansão para o sudeste, subirão de 14 para 19 as unidades de negócio, que totalizam 1,5…