Nova área de inspeção para produtos de origem vegetal agiliza em até 60% o tempo de liberação de frutas na fronteira

Nova área de inspeção para produtos de origem vegetal agiliza em até 60% o tempo de liberação de frutas na fronteira

Nova Logística Operacional é adotada pela Multilog em Uruguaiana (RS) e é aplicada também para movimentações com batata, cebola, alho e grãos.

A fronteira entre Brasil e Argentina ganhou uma nova área do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para inspeção de produtos de origem vegetal. A Multilog inaugurou na unidade de Uruguaiana (RS) uma Nova Logística Operacional, que reduziu em até 60% o tempo final nas operações de liberação de frutas. O ágil modelo também é aplicado para batata, cebola, alho e grãos.

Com a nova área, as mercadorias passaram a dispor de quatro câmaras frigoríficas, uma plataforma coberta para verificação simultânea de diversos caminhões, laboratório e sala para inspeção do Ministério da Agricultura. O processo prevê que os produtos vindos do Mercosul de importação já ingressem na Multilog liberados pelos órgãos intervenientes estrangeiros.

Todos os veículos se deslocam até a plataforma em que é realizada a inspeção do MAPA e a liberação da Receita Federal. “São ainda mais de 40 colaboradores, nove empilhadeiras e dois carros elétricos dedicados para movimentação e coleta de mercadorias, além de todos os equipamentos e insumos necessários para que a operação ocorra com a maior agilidade possível”, explica Darlan Souza, Gerente Geral de Operações de Fronteiras da Multilog.